Escolha uma Página

Os vazamentos são sempre um grande perigo dentro da residência ou de um estabelecimento comercial. Comumente, são largamente lembrados os casos de vazamentos de líquidos, ou seja, de água, quando há problemas nas tubulações hidráulicas que podem causar danos ao imóvel e prejuízos ao bolso.

Mas existem vazamentos que podem ser piores devido aos riscos que envolvem. É o caso dos vazamentos de gás.

Neste post, falaremos sobre os perigos que o vazamento de gás envolve e como ele pode ser detectado e corrigido. Leia e fique alerta sobre esse assunto!

O gás de cozinha

O gás de cozinha também é chamado de gás liquefeito de petróleo, ou de forma resumida, GLP e temos também o gás natural. Trata-se de uma mistura de gases de hidrocarbonetos que é usada como combustível em aplicações de aquecimento (como fogão) e também em veículos.

Os hidrocarbonetos são gases capazes de se condensar e que estão presentes no gás de cozinha. Ainda que sejam gases, sob a temperatura e pressão ambientes, eles são fáceis de se condensar. Podemos dizer que o gás de cozinha é uma mistura dos gases butano e propano.

O propano e o butano estão presentes no petróleo bruto e no gás natural, sendo que uma parcela deles é obtida durante a refinação do petróleo.

O gás propano é mais leve que o gás butano e, desse modo, ele sai antes e queima primeiro que o outro. O propano é o gás responsável pela conhecida chama azulada. Já o butano, cuja chama é amarelada, tem mais peso e queima depois, sendo responsável pelo acúmulo de partículas no fundo do bujão. É por esse motivo que, quando a chama começa a mudar de cor, passando de azulada para amarelada, é um evidente indício de que o gás está chegando ao fim.

A mangueira utilizada deve ser aquela confeccionada em PVC transparente, que apresenta uma tarja amarela em que ficam gravados o código de segurança e o prazo de validade, que é de cinco anos. Essa é a mangueira normatizada. Mas existe outro modelo, ainda mais seguro, que é a mangueira produzida em tramas de aço.

O vazamento de gás

O GLP funciona do mesmo modo que um balão de ar cheio em excesso que, não aguentando mais tanta pressão, rompe-se, estourando. O que acontece é que o balão recebeu mais ar que a quantidade total que estava prevista para ele aguentar.

Para evitar esse risco, você deve manter a válvula do botijão de gás sempre fechada para que o GLP não escape para o ambiente.

Durante um vazamento de gás de cozinha, ele ocupa todo o espaço no caso de não ser um ambiente ventilado, pois o ar fica retido. Quando encontra uma chama de ignição (fagulha, chama e outras coisas), o gás queima e se expande, provocando a explosão rapidamente — em milésimos de segundos. Esta ignição pode ocorrer ao acionar um interruptor elétrico para acender a lâmpada.

Uma consequência trágica da expansão e explosão do gás é que ocorre um deslocamento de ar violento, destruindo tudo ao redor.

Quanto mais confinado for o espaço e quanto mais volumosa a quantidade de gás que escapou do botijão, maior será a explosão e o deslocamento do ar.

O gás de cozinha pode queimar até 1.000 º C, extinguindo-se em milésimos de segundos e virando CO (monóxido de carbono). A tal fenômeno, dá-se o nome de “flash” e ele tira a vida de todas as pessoas que entrarem em contato com o calor resultante.

O gás natural tem peso inferior ao do ar, o que explica por que os vazamentos nos canos de gás ascendem e permanecem presos no teto, necessitando de ventilação nessa região mais alta. Já o gás de botijão pesa mais que o ar e, portanto, costuma ficar acumulado em subsolos e porões.

Encanamento enferrujado de gás é um indício de problema que precisa ser sanado com urgência.

A explosão e o incêndio

Um dos riscos que o vazamento de gás envolve é o de explosão e incêndio. Por se tratar de um produto químico muito inflamável, uma pequena faísca no gás pode provocar uma explosão e um incêndio de grande magnitude.

Outro procedimento a adotar é verificar se não há algum vazamento entre a válvula e o bujão por meio de um equipamento apropriado. Não são todas as pessoas que têm aquele tipo de aparelho, e por isso uma empresa especializada pode fazer o serviço por você usando tecnologia moderna.

Mesmo que você constate a existência de um vazamento sozinho, com a ajuda de algum teste caseiro, ainda assim será necessário chamar um profissional especializado para averiguar o motivo e solucionar o problema. Uma das formas mais comuns de se identificar a existência ou não de vazamentos é passando uma esponja com água e sabão nas conexões do botijão — caso apareçam bolhas é porque existe vazamento.

No caso de você perceber a existência de vazamento no botijão, logo após a compra do gás, o fornecedor tem o dever de substituir o produto, já que ele já foi vendido com problemas.

O grande perigo da asfixia

Apesar de não ser poluente, nem corrosivo, o gás pode provocar efeito anestésico e matar por asfixia, pois ele empurra o oxigênio no ambiente onde se encontra, tornando-o escasso e dificultando a respiração dos seres vivos. O gás liberado também pode causar fadiga, tontura, dor de cabeça, náuseas.

Curiosamente, o cheiro que sentimos quando há vazamento de gás não é do GLP, pois ele é uma gás inodoro. O odor pertence a outra substância, o composto etil-mercaptana (à base de enxofre), o qual é adicionado ao GLP ainda nas refinarias justamente para facilitar a detecção do vazamento.

O ruído de chiado também ajuda a identificar a presença de vazamentos.

O aumento nas despesas

Outro “perigo” que o vazamento de gás pode causar é aumentar os gastos. Isso acontece porque, se existir vazamento, o gás acaba mais rápido e você terá que comprar novamente.

Assim, gás vazando também pode prejudicar seu bolso, pode causar danos ao “porquinho” que você está tentando deixar mais “gordo”.

O vazamento de gás pode se tornar um perigo fatal para as pessoas e vale a pena investir em segurança e prevenção.

Gostou do post? Aproveite para curtir a página da Leak Inspection no Facebook e ver mais dicas incríveis como as que viu neste texto.

0800 7735325

(19) 3258-2447

(19) 99193-6965

[email protected]
Entre em Contato

Olá! Envie sua mensagem que responderemos em breve.