Escolha uma Página

Por Jair Italiani

Alunos do curso de Tecnologia da Informação desenvolveram durante um concurso denominado Hackathon, uma maratona de 24 horas, um aplicativo para a detecção imediata de vazamento da água. O grupo vencedor foi formado pelos alunos dos cursos de Análise e Desenvolvimento de Sistemas Bruno Henrique Dantas, Felipe Duarte Domingues, Mateus Vieira Barboza Fontes e Felipe Barbosa Dominguesche. Esse sistema desenvolvido gerencia o fluxo de vazão da água de um registro e gera informações ao usuário como dados estatísticos e o valor da conta em tempo real. O trabalho conquistou o primeiro lugar na disputa cujo tema era Tecnologia a serviço da Água. Natanael dos Santos, uma das pessoas que estava acompanhando a apresentação dos trabalhos, e que também é sindico no condomínio onde mora, disse que essa é uma alternativa muito interessante pois em muitos condomínios onde o hidrômetro é coletivo, o condômino não se preocupa em resolver rapidamente os problemas de vazamento de água, gerando um grande problema para o síndico. Ainda segundo Santos, “os vazamentos pesam no bolso dos condôminos e só se descobre que algo está errado quando a conta é astronômica” Com esse aplicativo será possível acompanhar o fluxo em tempo real permitindo ao gestor tomar medidas mais rápidas e evitar o desperdício. 1-lugar

O empresário Diego Altheman com os alunos Felipe Domingues, Felipe Dominguesche,

Mateus Fontes, Bruno Dantas e o professor Dr. Sérgio Furgeri, coordenador do curso de ADS

na entrega do troféu aos vencedores.

  Para o CEO da Leak Inpection Victor Bombana, o desenvolvimento de um aplicativo dessa natureza não só ajuda o condomínio ou mesmo residência com hidrômetros individuais e as industrias a economizar dinheiro como também o meio ambiente, já que pode alertar o responsável que há um consumo elevado e isso pode ser um sinal de vazamento. De posse desses dados, fica mais fácil acionar uma equipe de detecção como a nossa para em poucas horas resolver o problema sem sujeira e quebra-quebra desnecessário, de forma assertiva, rápida e economicamente viável. O aplicativo funciona através de um sensor inserido na entrada de água que envia informações a uma plataforma que pode ser acessada pela internet ou celular, demonstrando o seu histórico de consumo diário ou mensal, mostrando gráficos e apontando medidas para economizar no consumo. A banca avaliadora foi composta por Diego Altheman dos Santos, proprietário da empresa ADTSys, Sérgio Eduardo Gatolini e Reverton José de Paula, funcionários da prefeitura de Indaiatuba, e Fabio Rosato gerente de consultoria da Sensedia. Os principais aspectos avaliados nos projetos foram: Inovação, criatividade, viabilidade técnica e financeira, que tenha aplicabilidade, benefício social, apresentação do protótipo e aderência ao tema.   Jair Italiani é jornalista e especialista em conteúdo para Marketing Digital.

0800 7735325

(19) 3258-2447

(19) 99193-6965

[email protected]
Entre em Contato

Olá! Envie sua mensagem que responderemos em breve.