Escolha uma Página

Os vazamentos podem acontecer em qualquer lugar que tenha água: na cozinha, no banheiro, na área molhada, na piscina.

Em alguns desses lugares, identificá-los pode ser mais difícil. É o caso das piscinas. Nem sempre é fácil saber se o reservatório está ou não vazando. Isso porque a área pode ser muito grande; e o vazamento, bem pequeno.

Existem piscinas de alvenaria, de fibra de vidro, de vinil. E todas estão sujeitas ao problema. A seguir, mostramos tudo que você precisa saber sobre vazamentos em piscinas. Confira!

O vazamento e a evaporação

Em primeiro lugar, é preciso entender que a queda no nível de água pode ser apenas evaporação. Em dias muito quentes e secos, o nível de água pode ser reduzido em até cinco centímetros (5 cm). Mesmo em dias mais frescos, a evaporação pode ser provocada pelo vento que alcança a superfície da água. O padrão é que a piscina diminua de nível até três milímetros por dia (3 mm).

Certas características podem contribuir para a evaporação. É o caso da presença de cascatas, borda infinita e spa, pois esses acessórios provocam a movimentação da água, aumentando o contato dela com o ar. Outra coisa que favorece a evaporação é o aquecimento da água.

A manutenção também pode estimular a evaporação, como a limpeza do filtro de areia, pois promove agitação da água. Se a piscina não estiver sendo aproveitada, principalmente se for aquecida, o ideal é usar uma capa térmica.

Um método aplicado para identificar se está ou não acontecendo vazamento é o do balde. Pega-se um balde cheio de água e marca-se o nível com uma caneta ou outro instrumento. O balde deve permanecer ao lado da piscina por um período de um ou dois dias (24 ou 48 horas). Se, nesse mesmo prazo, você perceber que a piscina baixou de nível muito mais que o balde, é sinal de que sua piscina pode ter um vazamento.

Também é possível utilizar corante ou suco de cor intensa, jogando no local em que se suspeita estar ocorrendo o vazamento. Se o corante ou suco for aspirado para alguma parte é porque o vazamento existe!

Mas, para confirmar, o ideal é chamar uma empresa especializada em caçar vazamentos, pois ela trabalha com equipamento precisos. E que permitem identificar se realmente eles existem ou não.

As soluções caseiras são limitadas e nem sempre funcionam tão bem. Em relação ao balde, por exemplo, ele não tem a mesma área de superfície da piscina, que é um fator importante para calcular a evaporação.

A umidade em torno da piscina também é indício de problema. Verifique a região em torno e veja se há umidade em excesso. Isso também pode ajudar a identificar em qual parte o vazamento se encontra.

Os locais dos vazamentos em piscinas

Os vazamentos em piscinas podem ocorrer nas paredes ou no fundo e também nos equipamentos. Para verificar a situação do nível de água, é fundamental analisar as duas situações: com as máquinas funcionando e com as máquinas desligadas.

Caso esteja tudo em ordem na casa de máquinas, é recomendado observar a piscina em busca de sinais, como azulejos ou pastilhas soltos, rachaduras, bolhas na estrutura e outras coisas. Controle a perda da água diariamente. Caso a água pare de vazar no lugar suspeito, é porque ele é o ponto de vazamento.

Em piscinas com luminárias, retornos, canos, grelhas de sucção, sistema de aquecimento, bomba de hidromassagem, o vazamento pode estar nesses pontos. Nesse caso, a água baixará até o nível onde eles se acham.

Os vazamentos em piscinas de 4 tipos

Vamos considerar os vazamentos em piscinas nos tipos mais populares.

As piscinas de alvenaria (com azulejos ou pastilhas)

Nas piscinas de alvenaria, um dos principais motivos dos vazamentos é a falta de impermeabilização. A microporosidade é uma das razões da perda de água e, infelizmente, é mais difícil encontrá-la.

Por isso, é fundamental ter cuidados no planejamento e na execução de piscinas de alvenaria. O projetista deve avaliar todos esses detalhes.

O vazamento ainda pode ser resultante de danos no revestimento. Nesse caso, uma solução é cristalizar as fissuras. Também é possível impermeabilizar o revestimento ou substituí-lo por um tanque de fibra ou bolsão de vinil.

As piscinas de vinil

Os vazamentos em piscinas podem ter diferentes origens, incluindo: a fabricação precária do material, a ação de pedras ou qualquer agente perfurante sob o vinil, a fixação do produto e o final da vida útil do material, sujeito ao ressecamento.

Certos problemas podem ser resolvidos com consertos no material. Em casos mais sérios, recomenda-se a substituição do material por outro vinil ou pela fibra de vidro.

As piscinas de fibra

As piscinas de fibra podem vazar por causa de danos na estrutura resultantes do ressecamento do material ou de instalação mal feita, que cria bolsões de ar que deixam a piscina deformada.

Outro motivo é a má aplicação das camadas de fibra, que provoca bolhas em sua estrutura. Para reparar as bolhas, é preciso lixar o lugar e reaplicar a fibra, usando cola. Se o problema for a presença de rachaduras ou partes ocas, somente o serviço especializado poderá avaliar o tamanho do prejuízo.

As piscinas com revestimento de fibra

Se o revestimento em fibra for mal aplicado nas piscinas, as bolhas também podem aparecer e causar vazamentos. Outras possíveis causas de vazamentos são o aquecimento da manta e o descuido com as quinas e os cantos.

O trabalho de revestimento deve ser efetivado por profissionais a fim de prevenir contra erros. Os consertos são efetuados aplicando fibras nos pontos em que a água está vazando.

A impermeabilização

O processo de impermeabilização é relevante para uma piscina. Deve ser realizado por profissionais qualificados durante a execução do projeto original.

Impermeabilizar evita que a piscina seja prejudicada pela umidade e infiltração da água.

Os caça-vazamentos

Uma empresa especializada em vazamentos é a solução ideal para detectar com precisão se a piscina está realmente com vazamento.

Fazendo uso de tecnologia avançada, os profissionais conseguem determinar sem barulho, nem destruição, a existência de um problema.

Entre esses equipamentos, destacam-se o ultrassom (usa o som para detectar vazamentos), o aparelho de termografia (baseia-se nas diferenças de temperatura para identificar o problema) e a vídeo câmera, que penetra no interior das tubulações e filma as imagens. Todos esses equipamentos oferecem resultados em tempo real.

Os vazamentos em piscinas são realmente muito inconvenientes e podem se tornar muito caros se não forem identificados logo.

Gostou do conteúdo? Achou-o relevante? Agora que já sabe muito sobre vazamento nas piscinas, aproveite para saber como detectar vazamento em apartamento!

0800 7735325

(19) 3258-2447

(19) 99193-6965

[email protected]
Entre em Contato